segunda-feira, setembro 21Notícias
Shadow

Até 90% dos infectados por coronavírus podem não transmitir a doença

Nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, um estudo feito nos Estados Unidos e divulgado pelo The New York Times afirmou que até 90% dos infectados com o coronavírus podem não transmitir a doença. O motivo, segundo os especialistas, seria o excesso de sensibilidade dos testes RT-PCR à presença do vírus. Eles estariam apontando pessoas infectadas com carga viral insuficiente para propagar a doença.
Os chamados “ciclos” são utilizados nos testes para aumentar o material genético e facilitar a identificação do coronavírus. O problema é que, para alguns especialistas, talvez o número de ciclos utilizados seja exagerado. No laboratório estadual de Nova York, 794 testes com resultados positivos foram realizados com um total de 40 ciclos. Se fossem apenas 35 ciclos, esse o número cairia pela metade. Com 30 ciclos, 70% desses casos dariam negativo.

Nas últimas 24 horas, foram 45.961 novos casos de coronavírus e 553 mortes causadas pela doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde. No total, o país acumula agora 3.908.272 infectados, 121.381 óbitos e 3.097.734 recuperados. A média móvel dos últimos sete dias é de 40.773 casos e de 867 mortes.

FONTE: VEJA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *