Você está aqui
Início > NOTÍCIAS > ESPORTE > No Mineirão Seleção Brasileira elimina a Argentina e vai a final na Copa America

No Mineirão Seleção Brasileira elimina a Argentina e vai a final na Copa America

Resumão
Se fantasmas existem, eles não estiveram no Mineirão na noite desta terça-feira. Pelo menos não do lado brasileiro. No palco do 7 a 1, a Seleção foi eficiente, segurou a Argentina e venceu por 2 a 0, pela semifinal da Copa América. Se existe jejum incômodo, ele não esteve em Belo Horizonte. Pelo menos não com Gabriel Jesus. O camisa 9 despachou sua seca em jogos oficiais pela Seleção, fez um gol e deu uma assistência. Os fantasmas e a seca ficaram com Messi e companhia. Que seguem sem ganhar pela seleção albiceleste desde 1993. O Brasil, por sua vez, vai ao Maracanã, no próximo domingo, para tentar sua nona Copa América e espera por Chile ou Peru.

ALÔ, MARACANÃ!
O Brasil retorna ao Maracanã depois de seis anos. A última vez da Seleção no maior palco do futebol brasileiro foi na final da Copa das Confederações de 2013, contra a Espanha, também o último título da Seleção. A decisão é às 17h, contra Chile ou Peru, que decidem a vaga nesta quarta-feira, em Porto Alegre. O time brasileiro tenta seu nono título da Copa América e retorna à decisão do torneio após 12 anos. A Argentina, por sua vez, disputa o terceiro lugar no sábado, às 16h, na Arena Corinthians.

OS 90 MINUTOS
Foi um jogo equilibrado. Foi um jogo disputado, com 31 faltas, sete cartões amarelos e váris discussões em campo. Mas a eficiência brasileira fez a diferença. A Argentina terminou a partida com 13 finalizações contra quatro da Seleção. Messi fez sua melhor partida na Copa América, mas esbarrou na defesa brasileira. Alisson também contou com a sorte e viu sua trave ser acertada duas vezes.

O Brasil, mesmo com 22 passes errados no jogo, contou com grande noite de Daniel Alves e Gabriel Jesus para construir sua vitória. O camisa 9 abriu o placar aos 18 do primeiro tempo, após ótima jogada do lateral. E foi o autor de uma monumental arrancada no lance do segundo gol, aos 25 do segundo tempo, ao dar o gol para Firmino. Scaloni arriscou. Terminou com Dybala, Di María, Agüero, Messi e Lautaro em campo. Mas não conseguiu passar pela melhor defesa do campeonato.

XÔ, SECA!
Ele precisava ganhar confiança. E como ganhou. Gabriel Jesus não marcava em um jogo por competição oficial pela Seleção há 724 minutos. Ou nove jogos, mais os 18 minutos da partida desta terça. A última vez havia sido na rodada final das eliminatórias, em 2017. Mas o camisa 9 não só despachou o jejum, como viveu grande noite. Fez linda jogada com uma arrancada do meio-campo no gol de Firmino. Mas deixou o campo com dores.

E O MELHOR DO MUNDO?
Messi teve sua melhor atuação na Copa América. Mas não foi suficiente. Foi quem mais finalizou em todo o jogo, quatro vezes. Colobou a bola na trave. Recebeu quatro faltas, infernizou a vida de Casemiro, mas vai se despede do torneio com apenas um gol. E ainda na seca, sem conquistar um título pela seleção principal da Argentina.

VEM MAIS UMA MULTA?
Novamente, parte da torcida brasileira teve a lamentável atitude de fazer gritos homofóbicos durante o tiro de meta. Os gritos de “bicha” foram ouvidos no primeiro tempo, quando Armani chutava a bola. A CBF foi multada em R$ 57 mil nesta Copa América por reação semelhante, na estreia do Brasil, contra a Bolívia. E pode ser punida novamente.

GE

 

Brazil against Argentina at Mineirão Stadium on July 02, 2019 in Belo Horizonte, Brazil. Photo by Thiago Bernardes. Photo credit should read Thiago Bernardes/CA2019
Brazil against Argentina at Mineirão Stadium on July 02, 2019 in Belo Horizonte, Brazil. Photo by Thiago Bernardes. Photo credit should read Thiago Bernardes/CA2019
Brazil against Argentina at Mineirão Stadium on July 02, 2019 in Belo Horizonte, Brazil. Photo by Wander Roberto. Photo credit should read Wander Roberto/CA2019.

FOTOS:

Tiago Bernardes/CA2019.
Wander Roberto/CA2019.

FONTE: Fotos Públicas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top