Você está aqui
Início > NOTÍCIAS > GERAL > Gestão proativa: cinco dicas para avaliar resultados e melhorar a performance da sua empresa

Gestão proativa: cinco dicas para avaliar resultados e melhorar a performance da sua empresa

Consultor empresarial e palestrante, Roberto Vilela explica como a liderança pode mover a equipe rumo a resultados acima do esperado
A economia brasileira não cresceu, o seu cliente não comprou os volumes que você previa, os vendedores não bateram as suas metas. Para o consultor empresarial e palestrante Roberto Vilela, quando o planejamento empresarial não flui conforme o esperado, as lideranças precisam desempenhar um papel ainda mais proativo, atuando com proximidade e resiliência.

Ele lista cinco dicas para que o segundo semestre traga os resultados esperados para o negócio:
1 – Comece avaliando o desempenho: o consultor explica que o primeiro passo para a alta performance é manter o olhar analítico sobre a performance. “Você só tem noção dos resultados se os acompanhar periodicamente. Ao fim do semestre é hora de reunir os times, avaliar as performances, a evolução das metas. Nem sempre esses dados são satisfatórios e é importante analisar o contexto em que a empresa está inserida para que você retomar os pontos do planejamento estratégico que considera fundamentais”, diz.
2 – Redefina metas e oportunidades: Roberto indica que, após uma avaliação minuciosa as lideranças tomem medidas para que o negócio torne-se sustentável. “Esse primeiro estudo pode revelar uma série de oportunidades que acabaram passando pela equipe. Redesenhe estratégias e volte a olhar para o mercado, veja o que precisa mudar, o que deve ser melhorado. Da abordagem a oferta de produto, este é o momento de readequar ações para garantir melhores resultados nos próximos meses”, indica.
3 – Tenha foco e torne-o claro: a liderança precisa ser transparente com a equipe. Todos devem saber quais são os resultados que devem ser alcançados e entender qual o foco da atuação, para que toda a empresa caminhe na mesma direção. Cabe aos líderes conduzirem as ações dentro dessa definição.
4 – Seja referência: “Você só será respeitado quando os liderados enxergarem alguém que resolve o que for preciso e tem expertise para atuar. Mostre que é possível alcançar as metas propostas apoiando e também sendo proativo no seu dia a dia. Muitos gestores cobram suas equipes mas não se mostram dispostos a auxiliar sempre que necessário. Manter este canal de comunicação com as pessoas vai torná-lo um modelo a ser seguido”, destaca Roberto.



5 – Crie mecanismos de incentivo: o resultado dos primeiros meses do ano não foram os esperados? Que tal pensar em ações de incentivo? Palestras e treinamentos para desenvolvimento profissional, premiação para os melhores vendedores, flexibilidade no formato de trabalho são algumas ideias que podem motivar as equipes. De acordo com o consultor empresarial, é importante que, mesmo com resultados abaixo do esperado, a entrada de um novo semestre seja marcado por essas ações. “Além de motivar os times, momentos diferentes na rotina, que apoiem o crescimento profissional ajudam os colaboradores a retomarem o foco no propósito da empresa”, finaliza.

Sobre o consultor
Roberto Vilela é especialista nas áreas de gestão e estratégias comerciais. Atua em todo o Brasil com clientes de médio e grande porte, com serviços de consultoria comercial, treinamentos vivenciais e palestras. É também autor do livro Em Busca do Ritmo Perfeito, em que traça um paralelo entre as lições que vivenciou no mundo das corridas e o dia a dia nos negócios.

Sabrina Hoffmann
TREVO COMUNICAÇÃO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top