Você está aqui
Início > NOTÍCIAS > GERAL > Dieta à base de vegetais pode ajudar a evitar o diabetes tipo 2

Dieta à base de vegetais pode ajudar a evitar o diabetes tipo 2

Quem segue uma dieta que privilegia vegetais parece ter um risco significativamente menor de desenvolver diabetes tipo 2 no futuro. E os veganos, que dispensam completamente carnes e produtos derivados de animais, apresentariam benefícios ainda maiores, segundo uma grande revisão de estudos conduzida pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos.
O trabalho reuniu dados de nove pesquisas anteriores que abordaram o efeito das plant based diets (dietas baseadas em plantas, na tradução livre) na prevenção do diabetes. No total, o levantamento somou 300 mil voluntários, que foram acompanhados por pelo menos dois anos – e, no máximo, por 28 anos.

Nessa turma toda, pouco mais de 23 mil casos de diabetes tipo 2 foram diagnosticados. Em paralelo, o padrão alimentar foi investigado por meio de questionários.
Os cientistas descobriram, então, que uma alimentação composta “predominantemente por plantas” já afastava o risco o diabetes. Em outras palavras, o pessoal que até comia um pouquinho de derivados animais e de fontes vegetais menos saudáveis (como itens refinados, com bastante açúcar) possuíam um risco 23% menor de apresentar um aumento crônico da glicemia.
Agora, quem se alimentava basicamente de frutas, verduras, legumes, grãos integrais e oleaginosas tinha probabilidade 30% menor de ser diagnosticado com diabetes.

Os achados foram registrados no período JAMA Internal Medicine.

Por que os vegetais evitariam o diabetes?
O que faz diferença mesmo é a ingestão de mais alimentos naturais e repletos de nutrientes, como vitaminas e minerais.
Alguns estudos já mostraram que apostar nas plantas pode ajudar no controle da pressão arterial e melhorar a sensibilidade das células à insulina, o hormônio que regula o açúcar, e cujo mal funcionamento precede o diabetes tipo 2. Para completar o efeito positivo, veganos deixam de comer carnes vermelhas e embutidos, produtos que, em exagero, aumentam o risco de a doença aparecer.
Agora um aviso: verdade que, quanto mais restrito a vegetais era o cardápio, menor a associação com o diabetes na pesquisa. Mas os estudiosos de Harvard lembraram que ajustes pequenos já podem trazer benefícios consideráveis.

Ponderações
Os autores destacam que a alimentação plant-based pode excluir alimentos que também são vantajosos na prevenção do diabetes e de outras doenças crônicas. Estamos falando, por exemplo, de peixes e iogurte. Considere isso nas suas escolhas alimentares.
Além disso, veganos e vegetarianos devem ficar de olho para não acabarem abusando de grãos refinados e gordura vegetal, o que eleva o perigo de problemas de saúde aparecerem. Trocando em miúdos, não adianta ficar longe dos embutidos e se empanturrar de batata frita.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top