Você está aqui
Início > NOTÍCIAS > ESPORTE > Criciúma vence Metropolitano e chega à segunda vitória em casa

Criciúma vence Metropolitano e chega à segunda vitória em casa

Gols do triunfo por 2 a 0 foram anotados por Daniel Costa e Federico Platero

Com domínio da posse de bola, o Criciúma fez valer o mando de campo e venceu por 2 a 0 o Metropolitano na tarde deste sábado, no Heriberto Hülse. Essa foi a segunda vitória do Tigre em casa, e os três pontos reacendem a esperança do time do técnico de Doriva de encostar na parte de cima da tabela. Para o Metropolitano, a derrota deixa ainda mais complicada a situação da equipe, que ainda não venceu nenhuma no Campeonato Catarinense.
O Criciúma teve maior volume de jogo no primeiro tempo, principalmente pela direita. Os visitantes só se defenderam, e nas tentativas de contra-ataque, a jogada não encaixou. Enquanto o goleiro Igor fez belas defesas e suou a camisa, do outro lado, a volta de Luiz foi marcada por uma primeira etapa tranquila para o goleiro tricolor. Na bola parada, o Tigre abriu o placar aos 26 minutos. Daniel Costa cobrou falta, a bola bateu na trave direita de Igor e entrou.

Depois do intervalo, os visitantes voltaram com novo fôlego. Aos 4 minutos, no contra-ataque Dudu cruzou da direita, Junior Pirambu chutou mas a zaga estava em cima. O Metrô chegou mais algumas vezes, mas quem balançou a rede foram os donos da casa. Aos 24, Daniel Costa dá assistência e Federico Platero, estreante com a camisa do Tigre, amplia o placar de cabeça. Acomodado com o resultado, o Criciúma recuou e passou a administrar o placar a partir dos 30 minutos da etapa final.
O resultado positivo do Criciúma é uma motivação a mais para o próximo desafio, dessa vez em uma competição nacional. Na quarta-feira, dia 13, o Tigre enfrenta o São Raimundo, do Pará, fora de casa, na estreia pela Copa do Brasil. Sem rodada no meio da semana, o Metropolitano tem um tempo maior para recuperação. No domingo, às 17h, recebe o Atlético Tubarão no Estádio do Sesi, em Blumenau.

(Foto: Guilherme Hahn, Especial)
FONTE: www.nsctotal.com.br

Deixe uma resposta

Top