Você está aqui
Início > NOTÍCIAS > ESPORTE > Chapecoense consegue a classificação de virada na Copa do Brasil

Chapecoense consegue a classificação de virada na Copa do Brasil

Time catarinense perdia até os 44 minutos do segundo tempo, reagiu nos minutos finais e venceu o Mixto por 2 a 1

Depois de estar sendo eliminada até os 44 minutos do segundo tempo, a Chapecoense conseguiu a virada nos minutos finais do jogo e venceu o Mixto por 2 a 1. Com o resultado, a equipe está classificada para a próxima fase da Copa do Brasil. E já tem adversário definido: será o Criciúma.
Mas o jogo da noite desta quarta-feira (6) foi sofrido. O Verdão, que já foi eliminado da Copa Sul-Americana na primeira fase, por pouco não teve outra decepção, dessa vez na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).
O primeiro tempo não teve muitas chances claras de gol. Com cinco minutos de partida, Victor Andrade deixou o campo devido a um pisão na mão direita. Lourency entrou no seu lugar.
A Chapecoense levou perigo somente aos 14 minutos, num cruzamento de Bruno Pacheco, que Everaldo cabeceou próximo da trave. Depois foi a vez de Gustavo Campanharo tentar surpreender o goleiro do Mixto em chute de primeira, de fora da área, mas errou o alvo.

O Mixto levou certo perigo em duas finalizações. Uma com Dinelson, de fora da área, que João Ricardo pegou firme. A outra foi com Willian Amendoim, que recebeu livre na direita e chutou para fora.
No segundo tempo, o time catarinense foi mais incisivo, insistindo nos cruzamentos para área. Em dez minutos Everaldo já tinha cabeceado duas vezes próximos do gol.
Aos 15 minutos, em outro cruzamento para área, Lourency cabeceou na trave. Um minuto depois ele errou uma finalização de dentro da área. E no minuto seguinte, Márcio Araújo finalizou de fora da área, também para longe.
Depois de suportar a pressão do time catarinense, o Mixto reequilibrou a partida e acabou chegando ao gol aos 30 minutos, com William Amendoim, de cabeça, aproveitando cruzamento na área. Dinelson quase ampliou no lance seguinte.
Quando a partida se encaminhava para uma nova eliminação precoce, em cruzamento na área, aos 44 minutos, Perotti marcou de cabeça. Com o resultado a partida iria para os pênaltis. Mas a Chapecoense conseguiu a vitória ainda no tempo normal, com Everaldo tocando por entre as pernas do goleiro Vinícius.
Em dois minutos a Chapecoense foi do inferno para o céu. E garantiu a vaga na terceira fase além de R$ 1,45 milhão na conta.

FICHA TÉCNICA
MIXTO-1: Vinícius, Arilton, Marlon, Mateus e Rodrigo Biro (Leandro), Arthur, Coutinho e Willian Amendoim, Dinelson (Valtinho), Alan Jr (Leo) e Yan. Técnico: Douglas Silva (interino).
CHAPECOENSE-2: João Ricardo, Eduardo, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (Augusto), Amaral e Gustavo Campanharo; Renato (Perotti), Victor Andrade (Lourency)e Everaldo. Técnico. Claudinei Oliveira.

Gols: William Amendoim (M), aos 30 minutos do segundo tempo. Perroti (C), aos 44 minutos, e Everaldo, aos 46 minutos do segundo tempo.
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Daniel de Oliveira Alves Pereira e Thiago Gomes Magalhães (trio do RJ).
Cartões amarelos: Rodrigo Biro (M); Rafael Pereira (C).
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá-MT

Foto: Junior Martins/Mixto EC
FONTE: NSCTOTAL

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top